Violência doméstica

violência doméstica em São Tomé e Príncipe

O número de casos de violência doméstica aumenta em São Tomé e Príncipe e a impunidade tem estado a prejudicar o trabalho da “Rede Vida”, grupo de associações de prevenção deste flagelo.

Esta denúncia foi feita terça-feira pela diretora do Centro de Luta e Aconselhamento contra a Violência Doméstica, Elsa Lomba, em declarações à PANA.

Segundo ela, a comunidade jurídica, nomeadamente magistrados, juízes e advogados, não considera a violência doméstica como um crime público, se as vitimas não assinam as denúncias que dão entrada no ministério público.

Subscreva RSS - Violência doméstica

Scholarly Lite is a free theme, contributed to the Drupal Community by More than Themes.